Arquivo da categoria: Tiago Nunes

Opinião: clássico desafia plano ofensivo de Coelho no Corinthians

Leia o post original por Perrone

O clássico deste sábado (9) com o Palmeiras, às 19h, no Pacaembu, desafia o plano de Dyego Coelho, treinador interino alvinegro, de tornar o Corinthians ofensivo e já preparar o time ao estilo de jogo de Tiago Nunes, que assumirá o comando em 2020.

Pelo que mostrou na vitória por 3 a 2 sobre o Fortaleza, Coelho priorizou acabar com a inanição corintiana no ataque e conseguiu. Por outro lado, sofreu com uma defesa bastante vulnerável.

É evidente que, diante da irritação da diretoria e da Fiel com o estilo defensivo empregado por Carille, Coelho não teve outra opção a não ser atacar. E ainda precisa disso para mostrar algo diferente e não sair chamuscado ao final do Brasileirão.

Mas essa transformação leva tempo até que seja alcançado um equilíbrio entre ataque e defesa. Se a retaguarda corintiana já sofreu contra o Fortaleza, o que acontecerá diante do Palmeiras? Com espaço para jogar, meias e atacantes alviverdes costumam ser rápidos e objetivos. Imagine Dudu com a mesma liberdade que os atacantes do time cearense desfrutaram.

Os corintianos não tiveram tempo para se adaptar a seu novo posicionamento. Pelo menos um dos zagueiros se adianta para ajudar na saída de bola. Júnior Urso passa a ter presença constante no ataque, algo como o palmeirense Bruno Henrique está acostumado a fazer.

O desenho tático ensaiado por Coelho tem afinidades com o que Nunes fazia no Athletico. A diferença é que, acostumado a jogar assim, o time paranaense conseguia fazer a transição para a defesa em velocidade. O Corinthians, que demonstra fragilidade em relação ao preparo físico, tem mais dificuldades. Se jogadores de marcação atuam mais avançados e não têm fôlego para voltar quando o time perde a bola, a porteira fica aberta lá atrás. Esse é o risco que Coelho sofrerá no clássico, se mantiver a postura do último jogo.

Nesse cenário, o treinador interino alvinegro precisa escolher entre seguir em frente com sua reformulação para deixar o time com a cara que o corintiano quer  e preparar um ferrolho, explorar só os contra-ataques e assumir o risco de irritar sua própria torcida.

Opinião: Tiago Nunes e Corinthians perdem tempo com início só em 2020

Leia o post original por Perrone

Na opinião deste blogueiro, Tiago Nunes erra ao assumir o comando técnico do Corinthians apenas em 2020. Por sua vez, o clube falha ao aceitar ficar com um treinador interino (Dyego Coelho) até o final do Brasileirão deste ano, apesar de já ter outro nome contratado.

Não faz sentido o clube demitir Carille porque precisa melhorar na reta final da competição, buscando uma vaga na Libertadores, contratar um substituto, mas não usá-lo agora, num momento de dificuldade.

Já o técnico abdica de ajudar o alvinegro a conquistar o direito de disputar o torneio sul-americano. Caso se classifique para a fase de grupos, o Corinthians assegurará receitas melhores e provavelmente brigará por reforços de um nível superior.

Mais do que isso, o problema de Nunes não vestir o agasalho e já ir para a beira do gramado é o tempo que se perde. Por mais que o treinador estude o elenco, nada melhor do que a convivência diária com os atletas, em ritmo de competição, para conhecer o grupo e montar seu projeto para a próxima temporada. Se já fosse para a linha de frente, o treinador terminaria o ano com ideias mais claras sobre o que precisa para 2020. E já se relacionando e conhecendo os jogadores que permanecerão no clube.

Preferindo ficar à distância, o ex-comandante do Athletico só terá a experiência prática com os jogadores  a partir do ano que vem. Não vejo vantagens na opção de desprezar cerca de um mês de trabalho em campo.

Ainda há o fato de o Corinthians jogar contra seu maior rival no próximo sábado. Com Nunes poupado do desafio, a bomba está no colo do inexperiente Coelho. O novo treinador não faria milagres, mesmo se já tivesse chegado no início da semana, mas com certeza seria útil para ajudar a equipe a encarar o Palmeiras, comandado por Mano Menezes, um dos técnicos mais experientes do futebol brasileiro. Fico com a impressão de que Nunes se preservou de mais e não encarou o desafio como deveria.

No Corinthians, Nunes terá missão de usar mais a base do que Carille

Leia o post original por Perrone

Acertado com o Corinthians para treinar a equipe na próxima temporada, Tiago Nunes terá a missão de aproveitar mais os jogadores das categorias de base do clube. Esse é um dos desejos da direção corintiana.

Os cartolas avaliam que o ainda comandante do Athletico tem mais facilidade para trabalhar com jovens do que Fábio Carille, seu antecessor. Isso ajudou em sua escolha. Outra qualidade que os dirigentes enxergam em seu próximo treinador é obter bons resultados sem contratações que estejam entre as mais caras do futebol brasileiro.

Com orçamento menor do clubes como Flamengo, Palmeiras e o próprio Corinthians, ele levou o time paranaense às conquistas da Copa Sul-Americana, em 2018, e da Copa do Brasil, em 2019.

Tanto o trabalho com as categorias de base como o com contrações menos caras são considerados fundamentais em Itaquera por conta das severas dificuldades financeiras enfrentadas pelo alvinegro. Vale lembrar que, ao falar sobre a fragilidade de seu ataque, Carille citou reforços que não chegaram por questões financeiras, como Rodriguinho, Gabigol e Roger Guedes. Para o ano que vem, a prioridade do Corinthians continuará sendo trazer jogadores sem grandes custos com direitos econômicos.

Porém, a aposta de que Nunes pode conquistar títulos com os recursos disponíveis e sua habilidade com jovens, não foi a principal motivação para o alvinegro ir atrás dele. Como mostrou o UOL Esporte, o maior atrativo visto no treinador é o estilo ofensivo que ele montou no Athletico. A diretoria quer romper com a filosofia defensiva implantada por Carille.

O Corinthians já se conforma em ter o novo treinador apenas após o termino do Brasileiro, deixando Coelho com a prancheta até lá. Porém, ainda não desistiu de que a saída de Nunes do Furacão seja antecipada.

Corinthians não descarta manter Coelho como técnico até fim do ano

Leia o post original por Perrone

Com Samir Carvalho, do UOL, em São Paulo

Com dificuldades para encontrar no mercado um substituto imediato para Fábio Carille, a diretoria do Corinthians admite a possibilidade de manter Dyego Coelho, treinador do sub-20, como técnico interino até o final do ano. Ele será auxiliado pelo ex-atacante Mauro, antigo funcionário do departamento de futebol alvinegro.

Contratar alguém imediatamente é a prioridade dos cartolas. Porém, o entendimento da direção é de que essa é uma tarefa difícil. Um dos candidatos mais fortes é Tiago Nunes, do Atlhetico. Os dirigentes também pensam na possibilidade de contratar um técnico estrangeiro.

Nunes tem contrato até dezembro e já afirmou que não deixará o clube paranaense antes disso. No entanto, o Furacão tenta segurá-lo e já fez uma oferta de renovação. Para a direção corintiana, ele representaria a ruptura com o estilo defensivo de Carille desejada atualmente. O Athletico conquistou a Copa do Brasil deste ano com um futebol ofensivo e de bom toque de bola.

 

Técnico do Furacão é sondado pelo Corinthians

Leia o post original por Craque Neto 10

Não dá pra negar que o Corinthians vem atravessando uma baita crise técnica. Essa derrota no clássico ‘Majestoso’ para o São Paulo só escancarou essa série de problemas que já começa com o fato do treinador Fábio Carille não se dar bem com o presidente Andrés Sanchez. As declarações do argentino Mauro Boselli também entregaram um aparente clima ruim dentro do vestiário. O próprio comandante vem falando umas abobrinhas nas entrevistas coletivas. Outro dia até jogou o Pedrinho e o Mateus Vital na fogueira dizendo que o time perdeu por causa dos jovens. É brincadeira??? Fiquei sabendo inclusive que já […]

O post Técnico do Furacão é sondado pelo Corinthians apareceu primeiro em Craque Neto 10.