Arquivo da categoria: Tite

Esconderam o jogo da Venezuela…. e o FUTEBOL do povo!

Leia o post original por Craque Neto 10

Quando vi o trecho da coletiva prévia do Tite para o jogo contra a Venezuela em Salvador, eu não acreditei naquilo. O técnico da Seleção Brasileira, a gloriosa pentacampeã do mundo, disse que não falaria sobre a escalação do time porque não queria abrir o jogo para o adversário. Ele só esqueceu que todo esse mistério de ESCONDER a equipe era da poderosa Venezuela. Só pode estar de sacanagem, não é? Com a bola rolando ele escalou basicamente os mesmos jogadores da vitória contra a Bolívia no Morumbi. Mas a impressão é que os venezuelanos são um pouco mais organizados […]

Moral lá embaixo?

Leia o post original por Craque Neto 10

Ouvi a informação na manhã deste sábado (15) que o jogo entre Brasil x Bolívia, válido pela estreia de ambos na Copa América, teve uma arrecadação recorde de mais de R$ 22 milhões. Isso significa dizer que cada ingresso custou em média, para cada um dos 46.342 presentes ao estádio do Morumbi, impressionantes R$ 485. É brincadeira? Isso só elitiza ainda mais o futebol no País e abre uma boa margem para as pessoas criticarem. Veja só, o jogo foi bem fraco. O primeiro gol demorou a sair e só foi marcado pelo uso do VAR, no pênalti convertido pelo […]

O post Moral lá embaixo? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

O que vale a Copa América?

Leia o post original por Rica Perrone

Num mundo pragmático que muito se cobra e pouco goza, ser campeão se tornou um alívio e não mais uma glória. Aos megalomaníacos brasileiros é ainda pior, pois Olimpíada não vale, Copa América não vale, Confederações idem. Só vale Copa, e mesmo sendo o país que mais a conquistou, vivemos sob críticas e crises. A…

Porque Santos e Fluminense merecem os elogios mesmo sem as vitórias?

Leia o post original por Rica Perrone

Talvez o torcedor seja fácil de entender. Ele quer que ganhe, só assiste o time dele e nada que não for uma vitória do seu time é válido ou digno de elogios. Essa realidade é cada vez mais perturbadora na medida em que não ha “o jogo da tv”. O torcedor vê TODOS os jogos…

Opinião: seleção ganha mais do que perde sem Neymar

Leia o post original por Perrone

Perder um jogador do nível de Neymar não é bom para nenhuma seleção. Mas, nas atuais circunstâncias, sua ausência na Copa América terá mais aspectos positivos do que negativos para a seleção brasileira, na opinião deste blogueiro.

O prejuízo é ficar sem um dos atletas mais habilidosos do mundo. A primeira vantagem será jogadores e comissão técnica não terem que conviver todos os dias com perguntas e desdobramentos da acusação de estupro contra Neymar, que nega ter cometido o crime.

Outro aspecto positivo é poder chamar alguém que esteja totalmente focado na seleção. Nenhum profissional de qualquer área teria condições mínimas de trabalhar numa situação dessas.

Mas, a principal vantagem que vejo é Tite poder arejar a seleção taticamente. Apostar num esquema mais dinâmico, valorizando a movimentação e a aproximação de jogadores de todos os setores. Melhor do que sempre procurar Neymar, quase que fixo na beirada, como foi na Copa da Rússia.

No primeiro tempo da vitória sobre o Qatar, por 2 a 0, nesta quinta (5), já sem o astro do PSG em campo, o time de Tite mostrou um estilo de trocas de passes mais rápidas e objetivas.

Reserva técnica pra isso a seleção tem. Coutinho, Richarlison, Neres, Éverton Cebolinha,  Firmino, que ainda vai chegar… Nomes para transformar a seleção numa equipe mais coletiva envolvente não faltam.

Nesse cenário, mais do que lamentar o caos vivido por Neymar, Tite deveria aproveitar a chance de iniciar a construção de uma equipe que dependa menos de um só jogador. A  Copa América virou uma grande oportunidade para a seleção evoluir.

Dá pra falar dessa Seleção com a polêmica do Neymar?

Leia o post original por Craque Neto 10

A Seleção Brasileira entrou em campo nesta quarta-feira (5) para jogar um amistoso contra o Catar. O local? O estádio Mané Garricha, que nada mais é do que um elefante branco pouco utilizado para jogos que serviu mesmo para enriquecer muita gente corrupta por aí. De qualquer forma, digam a verdade? Essa partida só chamou minha atenção por duas situações. Primeiro porque o adversário é fraco demais para uma preparação de competição oficial. Está mais do que na cara que foi programado para proteger ainda mais o emprego do técnico Tite. Em segundo, como analisar essa pelada oficial com a […]

O post Dá pra falar dessa Seleção com a polêmica do Neymar? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Opinião: Alisson desbanca Neymar como principal jogador da seleção

Leia o post original por Perrone

Quando se apresentar à seleção brasileira para a disputa da Copa América, Alisson vai quebrar uma rotina na seleção brasileira. Na opinião deste blogueiro, pela primeira vez, desde 2013, na Copa das Confederações, o jogador mais importante no time nacional, com status mais elevado na Europa, não será Neymar. O goleiro do Liverpool merece o trono.

Alisson no mínimo manteve na final da Champions, no último sábado (1º), o alto nível de suas atuações nesta temporada e foi decisivo para a conquista do título sobre o Tottenham. Após difíceis defesas, o brasileiro deixou o gramado festejado por companheiros, pelo técnico Klopp e pela torcida como protagonista da decisão.

Hoje, na análise do blog, ele tem mais condições de desequilibrar uma partida a favor do Brasil do que Neymar. De onde tirei isso? da comparação das atuações dos dois na última temporada.

O goleiro foi mais decisivo para o Liverpool do que Neymar, prejudicado por nova lesão, para o PSG.

Alisson decide não só com defesas impressionantes, mas também com lançamentos precisos para seus atacantes em momentos em que o adversário pressiona a saída de bola do Liverpool. Como Firmino, outro campeão europeu, também está convocado, Tite pode aproveitar o entrosamento entre ambos para fazer da ligação direta uma arma da seleção.

Na comparação entre o que os dois atletas entregaram para suas equipes nesta temporada, temos larga vantagem de Alisson. O goleiro foi contratado para resolver um ponto que era considerado frágil pelo Liverpool, então vice-campeão da Champions. Deu certo. Virou um dos principais jogadores de um time estrelado e terminou a temporada com a faixa do torneio mais cobiçado da Europa no peito.

Por sua vez, Neymar desembarcou em Paris para transformar o PSG em campeão europeu. Nada feito. Além disso, ele tem sua condição de protagonista do time ameaçada por Mbappé.

As trajetórias distintas justificam o tratamento distinto dado por comentaristas de diferentes países aos dois brazucas. O goleiro é tratado por muitos como o melhor do mundo em sua posição. Já o atacante é visto por boa parte com desconfiança ou como quem precisa dar a volta por cima imediatamente para ainda poder sonhar com o título de melhor do mundo. Este blogueiro, otimista, está na segunda turma.

 

 

É hora de ser mau

Leia o post original por Rica Perrone

Um dos assuntos que mais me intriga no futebol é a relação do brasileiro com o Neymar.   Se você consultar qualquer mega agência mundial saberá que estamos falando do maior influenciador do mundo. E se você abrir uma rede social no Brasil vai achar que todo mundo odeia ele. Mas se ele sair na rua,…