Arquivo da categoria: Uruguai

Opinião: Peru se classifica após jogo tão ruim que parecia do Brasileirão

Leia o post original por Perrone

Medalhões jogando mal, abundância de passes errados, finalizações bizarras, lentidão, passes laterais e excesso de chutões, principalmente buscando Guerrero, cercado por rivais. Teve ainda muita resenha do árbitro com os jogadores e demoradas checagens do VAR.

A descrição poderia ser de uma partida frequentemente assistida no Brasileirão, mas é o retrato do que foi Uruguai 0 x 0 Peru pelas quartas de final da Copa América. Nada muito diferente dos outros três jogos dessa fase. Dois deles sem gols (Brasil x Paraguai e Chile x Colômbia). Só a Argentina não precisou dos pênaltis ao vencer a Venezuela por 2 a 0, mas também sem brilho.

Na Fonte Nova, os uruguaios Cavani e Suárez e o peruano Guerrero jogaram muito abaixo do que podem, como já havia feito Messi na vitória argentina.

Os números da partida mostram como foi ruim o jogo em Salvador. Foram só três finalizações certas nos pouco mais de 90 minutos, todas do Uruguai, que ainda errou seis arremates. Cavani foi preciso em suas duas tentativas e marcou na disputa de pênaltis. Suárez falhou no único tiro ao gol e ainda perdeu seu pênalti. Os peruanos erraram as três conclusões feitas por eles. Guerrero não finalizou durante o jogo. Porém, deixou sua marca na disputa dos pênaltis. Os dados são do site especializado Footstats.

Depois do sonolento duelo no tempo regular, a perfeição dos peruanos nos pênaltis foi premiada. Acertaram as cinco cobranças e viram o Uruguai perder uma. Assim, temos mais um semifinalista que chega sem encantar, como Brasil, Argentina e Chile.

 

 

Seleção Brasileira. A tendência é evoluir e chegar à final.

Leia o post original por Nilson Cesar

A Seleção Brasileira já fez um jogo melhor diante do Peru. A tendência é o time evoluir e chegar a final da competição. Ewerton Cebolinha vem se destacando. Arthur está crescendo e temos um time com jogadores rodados e experientes capazes até de conquistar esse título. Argentina, Uruguai, Colômbia e Chile são as outras seleções do mesmo nível. As demais vejo o Brasil com ampla superioridade e só…

Fonte

Opinião: seleção brasileira tem o que aprender com a japonesa

Leia o post original por Perrone

A seleção japonesa jogou melhor contra o forte Uruguai do que o Brasil diante da ainda fraca Venezuela, na opinião deste blogueiro.

No empate em dois gols com os uruguaios, nesta quinta (20), o Japão executou bem tarefas que o time de Tite tem dificuldade para realizar. Principalmente trocar passes verticais e se movimentar sem a bola em busca de espaços.

Os japoneses deram trabalho para o Uruguai porque quando tinham a bola trocavam passes rápidos em direção à área rival.

Isso foi possível porque quem estava sem a bola se movimentava procurando espaços. A visão de jogo e a movimentação continuavam dentro da área, criando opções de passe.

Já o Brasil abusou dos toques laterais e para trás diante da marcação venezuelana no empate sem gols.

Esse tipo de movimentação facilita a marcação. Ir para um lado e para outro e não abrir espaços indo atrás de uma bola recuada resolvem o problema defensivo.

Já a movimentação para frente tende a provocar falhas de posicionamento dos marcadores.

Perto da área, na maioria das vezes, os brasileiros paravam esperando a definição da jogada, ao contrário da antecipação de alguns japoneses.

Muitas vezes, David Neres, Firmino e Richarlison formavam uma parede fixa na região central da área da Venezuela.

Assim ficou mais fácil para a defesa rival. Era só congestionar o meio da área e ficar grudado nos brasileiros. Ainda que fiquem espaços para os laterais cruzarem, a briga pela bola na área é mais difícil para os atacantes do que para os defensores, que só precisam destruir.

A postura é de se estranhar já que o trio de atacantes de Tite se movimenta mais em seus clubes.

No Liverpool, por exemplo, Firmino costuma atrair marcadores abrindo espaços para os colegas quando se afasta da área e se aproxima da zona em que está a bola em posse de seu time.

Contra a Venezuela, dos três atacantes, Neres foi quem se movimentou mais, mas poderia ser melhor.

Os jogadores brasileiros parecem muito preocupados em guardar posição, em não abandonar uma zona específica. Os oponentes agradecem.

Prestar atenção na movimentação dos japoneses contra o Uruguai pode inspirar Tite e seus comandados.

Por mais absurdo que possa parecer, neste momento a seleção brasileira tem o que aprender com a Japonesa.

Messi vai crescer na fase decisiva. Ai que mora o perigo.

Leia o post original por Nilson Cesar

A Argentina vai se classificar. O perigo é o Messi crescer na fase decisiva. Ele sem dúvida é a maior atração da Copa América e é prazeroso vê-lo jogar. Acho que ele tem prazer também em jogador na Seleção Argentina. A seleção da Argentina vai evoluir. Impossível que um time com jogadores de excelente qualidade não se acerte no conjunto. Colombia, Uruguai , Brasil e Argentina devem ser os semi…

Fonte

Tem que existir vida sem Neymar, viu!?

Leia o post original por Craque Neto

Acabei de acompanhar a partida amistosa entre Brasil e Uruguai em Londres e voltei a ficar com uma impressão positiva da Seleção Brasileira. Tenho minhas ressalvas quanto essa ligação do Tite com a CBF. Realmente algumas coisas me deixam com uma pulga atrás da orelha. Mas não restam dúvidas de que o treinador sabe construir taticamente e defensivamente uma equipe. Contra a Celeste Olímpica o time dele sofreu poucos sustos. Verdade que não foi um espetáculo tão bonito, poucas chances, só que ainda assim saímos vitoriosos contra um ótimo adversário. Agora o que mais me chamou a atenção durante os […]

O post Tem que existir vida sem Neymar, viu!? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

O futebol precisa do Uruguai

Leia o post original por Rica Perrone

Existem times brilhantes, seleções que carregam multidões, zebras, favoritos e o Uruguai. Nada é igual ao Uruguai. Ninguém tem mais orgulho da luta do que da qualidade, ou ostenta tanto orgulho mesmo diante de tantos fracassos. A América do Sul tem características incrivelmente diferentes de país pra país. Vai da pureza colombiana ao mau caratismo…

Adeus de cabeça erguida!

Leia o post original por Craque Neto

O duelo entre Portugal e Uruguai pelas oitavas da Copa da Rússia pra mim deu o óbvio. O time sul-americano venceu por 2 a 1 e garantiu sequência no Mundial. Aliás, uma baita atuação de seus extremos: defesa e ataque. A dupla Suárez e Cavani destruíram com o sonho dos campeões europeus de conquistarem o planeta bola. No primeiro gol, por sinal, os dois fizeram uma jogada incrível. Puro entrosamento! E lá atrás? Pelo amor de Deus! Godín e Giménez foram sensacionais na proteção. Praticamente anularam o melhor jogador do mundo. Por sinal acho que apesar da eliminação o Cristiano […]

O post Adeus de cabeça erguida! apareceu primeiro em Craque Neto 10.