Arquivo da categoria: VAR

Pra fazer nas coxas é melhor não ter, viu?

Leia o post original por Craque Neto 10

Um evento nesta segunda-feira promovido pela Confederação Brasileira de Futebol anunciou com grande sucesso o árbitro de vídeo implantado nessa edição do Brasileirão. O ex-árbitro Leonardo Gaciba, hoje chefe do apito na CBF, divagou sobre os números do VAR, afirmando ter tido quase 90% de acerto nas 764 checagens feitas até a décima quarta rodada. Disse ainda ter tido 69 mudanças de decisões nas 139 partidas, sendo por exemplo 20 pênaltis marcados após a revisão das imagens. Posso falar? E daí? É claro que olhando as imagens a justiça é feita em muitas oportunidades. Inclusive essa é a razão dele […]

O post Pra fazer nas coxas é melhor não ter, viu? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Fluminense 0x1 Goiás: VAR não pode errar

Leia o post original por Rica Perrone

Quando surgiu o VAR eu comentei aqui que ele seria maravilhoso mas carregaria com ele um perigo enorme: a validação do roubo. No imaginário do torcedor o “roubo” acontece, e na mesma mente ele é interpretado como “erro” para que o sujeito consiga coerentemente continuar vivendo futebol todo santo dia. Ninguém curte e acompanha algo…

Rompido com FPF, Palmeiras boicota votação da seleção do Paulista

Leia o post original por Perrone

Em atrito com a FPF, presidida por Reinaldo Carneiro (foto), Palmeiras não foi à festa do Paulistão. Foto: Alexandre Battibugli/FPF

A crise entre Palmeiras e Federação Paulista de Futebol teve mais um capítulo, desta vez relacionado ao encerramento do Estadual de 2019. O time alviverde foi o único clube que não votou na seleção dos melhores jogadores da competição.

O colégio eleitoral foi composto pelos treinadores e capitães dos 16 times participantes. Só Felipão e Bruno Henrique não votaram.

Procurado por meio de sua assessoria de imprensa, o clube não quis comentar o assunto. Porém, o blog apurou que a abstenção foi por conta do rompimento com a federação.

Nenhum representante do Verdão, aliás, compareceu ao evento que premiou os melhores jogadores da competição, mesmo tendo o atacante Dudu entre os escolhidos como 11 melhores do torneio. A justificativa oficial dada por Caio Ribeiro, que apresentou o evento, foi que Dudu não compareceu por conta da preparação para o jogo da Libertadores, contra o Melgar, que só acontece na próxima quinta-feira.

Neste ano, os palmeirenses já tinham boicotado as reuniões na sede da FPF para definir os detalhes das quartas de final e das semifinais do Estadual. O clube também chegou a atacar a federação e chamar o campeonato de Paulistinha por discordar de decisão do VAR que não anulou gol do Novorizontino em partida das quartas de final.

Em outra atitude fora de sintonia com a federação, o alviverde recusou oferta da entidade para receber palestra sobre o uso do VAR nos mata-matas da competição. A alegação na ocasião foi de que o clube já tinha recebido orientações sobre o árbitro de vídeo de Conmebol e da CBF.

O atrito dos palmeirenses com a federação, presidida por Reinaldo Carneiro Bastos, começou na final do Paulista do ano passado. Jogando em casa, o alviverde reclamou que teria havido interferência externa na arbitragem na anulação de pênalti a seu favor. O rompimento foi uma decisão do presidente do clube, Maurício Galiotte.