Arquivo da categoria: Vasco da Gama

Homofobia é algo ridículo! No futebol então… só PUNINDO!

Leia o post original por Craque Neto 10

Recentemente teve uma polêmica muito chata no jogo entre Vasco da Gama e São Paulo no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. A torcida cruz-maltina começou a soltar gritos considerados homofóbico para os rivais. Aquela coisa de falar bicha, viado e qualquer outra babaquice dessas. Lembro claramente de chegar ao ponto do árbitro Anderson Daronco falar com o técnico Vanderlei Luxemburgo solicitando um apoio com seus torcedores. Algo totalmente constrangedor ver um treinador de peso como ele se prestar a esse papel. Não deveria nem ter que acontecer. O torcedor brasileiro (e não é só o do Vasco!) […]

O post Homofobia é algo ridículo! No futebol então… só PUNINDO! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Gringo não se encaixou no ‘projeto’ e caiu no Vasco

Leia o post original por Craque Neto

O Vasco vai de mal a pior, hein? Após o jogo do contra o Fortaleza no domingo, onde não estava relacionado, o atacante Maxi Lopez pediu demissão ao presidente Alexandre Campello. Ninguém deu informações extras sobre o desligamento do atleta. Apenas rolou um comunicado oficial do técnico Vanderlei Luxemburgo onde ele diz que quis colocar o argentino em forma. Segundo o ‘Profexô’ o gringo foi amável e aceitou prontamente. Só que posso falar? Opinião de um cara que passou a vida inteira de jogador sofrendo com excesso de peso? É óbvio que ele está deixando o Vasco por causa disso. […]

O post Gringo não se encaixou no 'projeto' e caiu no Vasco apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Baixa a bola que dá jogo!

Leia o post original por Craque Neto

E não é que finalmente um clube grande se dispôs a contratar o técnico Vanderlei Luxemburgo? Ele acertou com o Vasco para dirigir o cruz-maltino até  o final do Brasileirão. E posso falar? Eu gosto dele. Tem uma baita história no futebol brasileiro, onde foi campeão de quase tudo, e dirigiu até os Galácticos do Real Madrid. Precisa ter seu valor reconhecido. Mas entendo que ele deu uma sumida pelos seus próprios defeitos. Em algum momento da carreira o ego e a vaidade ultrapassaram sua qualidade como treinador. Ele quis ser técnico, manager, dirigente e se deixasse até presidente do […]

O post Baixa a bola que dá jogo! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

No Rio pode entregar a taça!

Leia o post original por Craque Neto

Juro que não é desrespeito. Até porque só tenho coisas boas pra dizer do Vasco, sobretudo pela história incrível de ter sido o primeiro clube do Brasil a aceitar os jogadores negros em seu plantel. Mas a verdade é que essa final do Estadual já está no papo. O torcedor vascaíno tem todo o direito de acreditar no imponderável, mas depois desse placar de 2 a 0 fica praticamente impossível uma reversão. Ainda mais com a igualdade de homens em campo. Posso afirmar que não acho o time do técnico Abel Braga nenhuma ‘Brastemp’. Tem muitas falhas defensivas e jogadores […]

O post No Rio pode entregar a taça! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Esse futebol carioca é uma VÁRZEA, hein?

Leia o post original por Craque Neto

Todo mundo sabe que desde que Charles Miller trouxe a bola para o Brasil o que impera no futebol carioca é a bagunça. E o que aconteceu hoje na final da Taça Guanabara é digno de pena. Tanto a torcida do Vasco, quanto a do Fluminense, os finalistas do primeiro turno do Rio, brigaram para ocupar o setor Sul do Maracanã. Sinceramente achei uma frescura danada, mas os dois lados alegam uma certa tradição nisso aí. Baita FRESCURA! A verdade é que a única pessoa que acertou em cheio nessa história foi a desembargadora de plantão no TJRJ (Tribunal de […]

O post Esse futebol carioca é uma VÁRZEA, hein? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Que time pipoca, hein?

Leia o post original por Craque Neto

Acompanhei atentamente a partida entre Vasco da Gama e São Paulo em São Januário, no Rio. Participei até da transmissão pela minha rádio web analisando lance a lance. Meu Deus! Como o Tricolor jogou mal. Tá louco! Sinceramente quando entrou em campo eu até acreditava na força do time do André Jardine. É muito melhor em qualidade técnica. E do outro lado ainda tinha o cruz-maltino que com todo respeito a instituição, tem uma equipe baba demais. Não à toa ficou rondando o campeonato todo a zona de rebaixamento. Agora pra mim fica evidente que os caras estão pipocando. Chegaram […]

O post Que time pipoca, hein? apareceu primeiro em Craque Neto 10.

UFA!

Leia o post original por Craque Neto

Foi sofrido mas a vitória veio. Depois de muito sufoco os quase 40 mil expectadores que estiveram em Itaquera puderam finalmente ver um bom resultado. Placar de 1 a 0 no Vasco da Gama, concorrente direto na fuga da zona de rebaixamento. O time do técnico Jair Ventura teve mais posse de bola e agrediu mais o adversário. Mas a inoperância na criação de jogadas e o desespero com a bola nos pés era evidente. Algo que me irritava, diga-se de passagem! Outra coisa é depender de um meia de 39 anos improvisado para fazer as vezes de centroavante. Poxa […]

O post UFA! apareceu primeiro em Craque Neto 10.

Sono FELIZ e a INSÔNIA ingrata

Leia o post original por Craque Neto

Nesta quinta-feira a dupla Vasco e Cruzeiro entrou em campo para decidir o futuro na Libertadores. Qualquer resultado que não fosse a vitória colocaria em xeque o futuro do time na sequência da competição continental. Os cruz-maltinos encararam o bom Racing da Argentina em São Januário e praticamente deu adeus. Vinha perdendo por 1 a 0 até o finalzinho, quando o Wagner empatou para os brasileiros. Ainda assim, o Vasco é lanternaço do grupo 5 e com chances REMOTAS de classificação. E posso falar? Não merece e não vai passar à fase de mata-mata. A verdade é que o ex-presidente […]

O post Sono FELIZ e a INSÔNIA ingrata apareceu primeiro em Craque Neto 10.

O Vasco ou o poder?

Leia o post original por Rica Perrone

Eu conheci Julio e Campello e os entrevistei. Pareciam diferentes, embora alinhados de que o fundamental ali era tirar o que hoje estupra o Vasco da Gama. Eles se uniram pra isso, e se separaram sabe-se lá porque.

Não cometerei o erro de julgar o Campello por ter rompido. Talvez ele tenha razão, não sei. Não estava lá, não ouvi as discussões. Mas mesmo que ele saísse, concorresse sozinho, uma coisa ele não poderia fazer nem mesmo pra ser eleito: aceitar o apoio do Eurico.

É o Lula envolvido em corrupção. Ele passou 30 anos vivendo de dizer que “comigo não!”. E quando chegou lá, fez. O dele se torna mais grave que os anteriores, pois ele se fez exatamente por jurar que não se misturaria.

Uso o exemplo do Lula porque o Campello é um dos anti Eurico. Ele podia tudo, menos receber o apoio do Eurico pra ser eleito. De graça não saiu. E nem me refiro a dinheiro.  Me refiro a poder.  Ninguém muda um cenário político em horas sem fazer movimentos “inteligentes” que lhe deem a vantagem.

A eleição do Vasco aconteceu na sede e deu Julio. A Urna 7 é uma vergonha, e graças a ela tudo isso chegou até aqui. E aqui, numa virada “dentro das regras”, mas absolutamente covarde, o presidente surgiu das costas de quem ele apoiou.

Lembra até um pessoal em Brasília. Mas enfim.

Eu honestamente nem me preocupo tanto com a administração porque acho que o Campello não fará pior que o Eurico e o Vasco sobreviverá.  Mas e o que há no coração vascaíno? Sobreviverá intacto?

Clube de futebol vende sonho e identificação. Nele você sai da realidade e vive um poder de vitória paralelo que te faz se viciar naquela disputa. E nele você vê características suas e por isso ostenta aquela camisa. Hoje o vascaíno mal reconhece sua camisa.

Eu sei, tô nisso ha tempo suficiente pra saber que dia 31 na Libertadores tudo será festa se vencer e ninguém vai lembrar muito dos dirigentes. Exatamente por isso eles fazem o show que fazem. Porque são protagonistas de porra nenhuma tendo seu momento de glória e poder.

Quando o Vasco cai de divisão o torcedor sofre pelo clube dele. Hoje ele sente que o clube não é mais dele.

É bem pior.

Campello, meu caro e educado Campello…. torcerei pelo seu sucesso. O futebol precisa do Vasco. Mas você não precisava fechar com o teu inimigo pra chegar onde queria.

Tu não venceu. O Eurico não venceu. O Julio não venceu.

O Vasco perdeu. E como nunca havia perdido antes.

Mas vai virar. Como muitas vezes já virou.

abs,
RicaPerrone

Mais indícios de fraude

Leia o post original por Odir Cunha


Marco Antonio Villa: “O senhor tenha dignidade, tenha vergonha na cara!”

O sociólogo Marco Antonio Villa, 62 anos, natural de São José do Rio Preto, mas que morou também no ABC e hoje vive na capital paulista, se tornou um dos mais importantes formadores de opinião do País por suas posições claras, incisivas e em defesa da ética e da honestidade. Sua participação no programa “Jornal da Manhã”, da rádio Jovem Pan, é sempre acompanhada com interesse. Pois bem , nesta quinta-feira, 30 de novembro, Villa, que também é torcedor do Santos, fez um comentário contundente sobre os fotes indícios de fraude eleitoral nas eleições do Santos Futebol Clube, marcadas para o dia 9 de dezembro.

Sem tergiversar, Marco Antonio Villa foi direto ao ponto e certamente munido de mais informações ainda do que as que já são conhecidas, disse exatamente o seguinte:

Palavras de Marco Antonio Villa no programa Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan:

Vou fazer uma menção à Baixada Santista. É que nós temos o Eurico Miranda. O Eurico Miranda dois é o Modesto Roma. Viu, seu Modesto Roma, estou falando com o senhor. A denúncia é grave. Quase 2.500 sócios nos últimos dias que permitiam se associar ao Santos para participar das eleições que vão ocorrer agora em dezembro.

E a turma do senhor – a “turma” eu vou chamar, poderia dizer uma palavra mais forte, o senhor sabe do que estou falando – encheu de associados ali, associados que não são santistas, que não moram em Santos, que têm e-mails estranhos, telefones estranhos, em suma, o senhor está querendo fraudar as eleições. Eu quero falar diretamente. O senhor sabe, não gosto de tergiversar. O senhor quer fraudar as eleições.

O senhor não é o Eurico Miranda da Baixada Santista. A urna sete lá de São Januário não vai se repetir em Santos. Santos não é palhaçada! Portanto, o senhor tenha a dignidade, vergonha na cara e retire aqueles 2.500 votos que o senhor colocou lá.

É uma vergonha. E tem empresário, empresário picareta, eu sei o nome do cara, que está pagando de 100 a 200 anuidades de sócios para ter voto. O Santos não é local de roubo, de ladrão… Eu não estou dizendo que o senhor é ladrão, mas o empresário é pilantra, o senhor sabe muito bem do que estou falando…

Querem transformar o Santos no Vasco da Gama. Lá não tem Eurico Miranda, não, lá não tem palhaçada! Portanto, tenha honra, tenha carátrer e vergonha na cara!

Mais indícios de fraude

Acostumado a denunciar as falcatruas que envolvem os poderosos políticos brasileiros, Marco Antonio Villa está sempre bem fundamentado para fazer acusações como essa sobre as eleições no Santos. Desde ontem, quando a distribuição de carteitinhas foi denunciada pela matéria assinada pelos jornalistas Diego Garcia e Thiago Cara, do site ESPN.com.br, outros fatos sobre essa enxurrada de carteirinhas do dia para a noite chegaram ao conhecimento da imprensa, fatos que no mínimo exigem uma investigação rigorosa do Ministério Público. Alguns deles:

– Dos 335 associados de última hora de Piracicaba, 155 deles, praticamente a metade, não possuem e-mail, o que, convenhamnos, é muito estranho para os dias atuais.

– Na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, dos 37 associados, 23 tem o mesmo e-mail: galeguinho030@hotmail.com

– Na Avenida Dom Pedro II, Cidade Náutica, em São Vicente, em um pequeno trecho de rua 22 pessoas foram associadas e uma delas, a sócia Daniella Bernardes, matrícula número 173.750, é declarada torcedora do Corinthians.

– Foram associadas várias jogadoras do futebol feminino do Santos, funcionários do clube e seus parentes, assim como parentes de muitos dirigentes do Santos.

A fraude eleitoral e sua punição

Não cabe a nós afirmar quem praticou essa fraude, já que nada poderá ser dito antes de uma investigação rigorosa que envolva as áreas jurídica e policial. Porém, em busca de um conhecimento maior sobre o assunto, busquei, em primeiro lugar, a definição de tal crime. Lá está:

Uma fraude eleitoral é a intervenção deliberada numa eleição com o propósito de impedir, anular ou modificar os resultados reais, favorecendo ou prejudicando alguma candidatura, partido ou coligação.

Assim, mesmo um leigo , como eu e você, podemos deduzir que, diante dos fatos, é inegável que houve o propósito deliberado de modificar os resultados da eleição do Santos por meio de uma intervenção ilícita para favorecer uma candidatura e prejudicar as outras.

Mesmo sem saber quem possa ter apelado para atitude tão reprovável, que interfere no direito mais sagrado do sócio do Santos, que é o de votar e escolher o seu presidente, temos a obrigação de conhecer um pouco mais sobre esse crime e saber de suas consequências. Assim, encontramos o trabalho acadêmico de Lourivaldo Ferreira Junior, do curso de Direito da Universidade de Itajaí, que diz:

Art. 299. Crime de compra e venda de votos. Dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva ou qualquer outra vantagem , para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita.
Pena: Reclusão até quatro anos e pagamento de 5 a 15 dias – multa.

Veja, caro leitor e cara leitora, que são considerados culpados e puníveis pela lei não só quem compra o voto, mas também quem vende o seu, concordando com a ação ilícita e se tornando copartícipe. Assim, os que vão votar, valendo-se dessa barganha, também serão enquadrados nesse artigo.

Como apenas um jornalista esportivo, amante do futebol e do Santos, espero que tudo termine bem e que as eleições do dia 9 transcorram da maneira mais civilizada, pacífica e limpa possíveis, dando a vitória a quem receber mais votos conscientes, jamais comprados. Também espero, e creio que esse anseio é geral, que essa fraude eleitoral seja desmarcarada e os culpados sejam punidos. Como disse Marco Antonio Villa, o Santos não pode se transformar no Vasco de Eurico Miranda.

E você, o que acha disso?