Arquivo da categoria: Vasco

Quem voltou melhor?

Leia o post original por Rica Perrone

Dos 12 grandes, vi alguns. A tal parada de 30 dias normalmente gera expectativa de melhora e quase nada acontece na prática. Mas dessa vez, parece, não será bem assim. Flamengo – Melhorou consideravelmente. Apesar do jogo contra o CAP ter sido normal e com riscos de eliminação, houve melhora. No Maracanã, um baile contra…

Opinião: cinco lições deixadas pela quinta rodada do Brasileirão

Leia o post original por Perrone

1 – Dudu é o melhor jogador do Brasileirão – Neste momento, ninguém supera o palmeirense. Ele é mais decisivo e regular do que seus concorrentes.

2 – Pedrinho pode ser a solução para melhorar criação do Corinthians – Contra o Athlético ele entrou no lugar de Jadson, num momento delicado para o alvinegro e deu conta do recado. Mostrou visão de jogo e precisão para servir companheiros, além de fazer um gol. Carille deveria experimentá-lo mais vezes como principal armador do time, que sofre tanto para criar jogadas.

3  – Felipe Melo não muda – Jogando bem e com o Palmeiras passeando em campo, o volante foi agressivo em discussão com  o santista Jean Mota e  levou amarelo. Na saída de campo, após a vitória de sua equipe por 3 a 0, voltou com o velho papo de que o futebol está chato, cheio de mimi e não assumiu o erro. Está cansativa essa história.

4  – Passou da hora de Renato Gaúcho acordar o Grêmio – A penúltima colocação no Brasileirão não pode mais ser considerada como um efeito colateral momentâneo para quem prioriza a Libertadores. Terminar a quinta rodada nesta posição significa que o treinador gremista precisa fazer a equipe responder rapidamente. Tem muito campeonato pela frente, mas demorar para reagir pode criar uma perigosa bola de neve.

5 – Sidão tem poder de reação – O goleiro do Vasco entrou pressionado no jogo contra o Avaí (1 a 1), depois de suas falhas contra na derrota por 3 a 0 para o Santos e de passar pela constrangedora situação de receber o prêmio de carque do jogo. Ele provou em campo, com uma atuação segura, fazendo importantes defesas, que se recuperou rapidamente do golpe.

Nunca serviu pra nada

Leia o post original por Rica Perrone

As emissoras, marcas e agências tem uma tendência simplista de ir na direção do que parece moda e ignorar os fatores individuais de cada produto. “É live!” então vamos fazer live. “É interatividade”, então mete o povo pra participar de tudo. Eu costumo usar o exemplo da Copa de 2018 que aconteceu comigo. Foi um…

Opinião: desafio de Luxa é convencer jogadores do Vasco de que ainda é top

Leia o post original por Perrone

A tarefa mais desafiadora para Vanderlei Luxemburgo no Vasco é conquistar a confiança dos jogadores, na opinião deste blogueiro. É fazer com que os atletas acreditem em seu trabalho, em seu projeto. Enfim, que considerem o novo treinador do clube um técnico de ponta, não um dinossauro ultrapassado.

Existe por parte de uma parcela de jogadores, dirigentes, torcedores e jornalistas um preconceito em relação a treinadores da velha guarda que ficam sem emprego por um tempo.

O último trabalho de Luxa foi no Sport, de onde saiu em outubro de 2017. Pela equipe de Recife, ele foi campeão pernambucano.

Pelo tempo longe da prancheta, é natural que o ex-treinador da seleção brasileira, seja olhado com uma certa desconfiança. Natural porque é assim que funciona. Infelizmente acontece com profissionais de todas as áreas.

No futebol, a confiança do atleta no técnico é fator importante para o sucesso. Tite, por exemplo, conseguiu resultados rápidos na seleção com ajuda desse fator. Ele chegou à CBF vencedor, com status de melhor técnico brasileiro naquele momento. Essa condição fez com que atletas acreditassem em suas propostas e se dedicassem. Deu certo durante as eliminatórias da Copa da Rússia.

Se o comandado desconfia que o comandante está por fora, a tendência é não atender seus pedidos ou trabalhar com má vontade.

Luxa desembarca no Vasco em meio ao início de uma luta contra o rebaixamento no Brasileirão. Ele precisa agir rápido para que o buraco não seja cada vez mais fundo.

Para isso, terá que convencer seus comandados de que não é um veterano defasado. Mas ele não? Não sei. O trabalho em São Januário é que dará essa resposta. O que sei é que Luxa conhece futebol como poucos nesse país. Ou seja, pode, sim, fazer um bom trabalho.

O Corinthians precisa é POUPAR dinheiro, isso sim!

Leia o post original por Craque Neto

O Corinthians empatou com o Vasco por 1 a 1 no último sábado e o que mais eu ouvi foram as críticas ao técnico Fábio Carille por ter usado uma equipe basicamente reserva e desentrosada contra os cariocas. Posso falar? Eu já disse mais de uma vez que esse negócio de poupar é um TREMENDO erro. A justificativa da comissão é de que pretende evitar uma lesão por excesso de esforço físico. Só pode ser piada, não é? Jogador que não pode jogar de quarta e domingo precisa se aposentar. Ir trabalhar em repartição pública, poxa vida! A verdade é […]

O post O Corinthians precisa é POUPAR dinheiro, isso sim! apareceu primeiro em Craque Neto 10.