Arquivo da categoria: Wimbledon

Anderson x Isner, maratona histórica em Wimbledon

Leia o post original por Fernando Sampaio

Kevin Anderson bateu John Isner na mais longa semifinal de Grand Slam da história. O jogo durou 6h36 e só acabou depois 50 games no 5º set, com placar final de 7/6 (8-6), 6/7 (5-7), 6/7 (9-11), 6/4 e 26/24. Inacreditável. E os dois já haviam salvado match point na competição em situação dramática – Anderson contra Federer  Isner contra Rubens Bemelmans. ambos perdendo de 2 sets a 0.

Não deve ser sido fácil para John Isner. O norte-americano já havia feito uma partida épica em Wimbledon. Em 2010, na primeira rodada, o jogo contra o francês Nicolas Mahut durou de 11 horas e 5 minutos e terminou 70×68 no 5º set. Aos 33 anos de idade, Isner teve a chance de chegar na sua primeira final de Grand Slam.

Já Anderson saiu emocionado e comemorou a sua segunda final de Grand Slam na carreira. O finalista do U.S.Open em 2017 enfrentará neste domingo o vencedor de Djokovic x Nadal.

Wimbledon, imperdível para os fãs do tênis

Leia o post original por Fernando Sampaio

Vem aí Wimbledon.

Torneio maravilhoso. Clube mega estiloso. Maria Esther Bueno levou 3 canecos de simples – 1959, 1960 e 1964 – mais 5 troféus de duplas. Foram 8 títulos no Templo Sagrado do Tênis. Nada mal!!!

A maior atleta brasileira de todos os tempos reinou no “All England Club”. Depois dos títulos, foi sempre recebida com tapete vermelho. Era estrela do Last Eight, salão restrito aos oito finalistas do torneio. Fui testemunha do respeito com que  Maria Esther era tratada pelos britânicos.  Recebia muito mais reconhecimento do que no Brasil. Como brasileiro, sentia orgulho.

Vi jogos maravilhosos em Wimbledon, Agassi, Sampras, Graf, Serena, Guga, Sá, Oncins,…

Viagem imperdível para os fãs do tênis mas sempre alertei que a chuva pode ser um inconveniente. Não é fácil pagar em libras e ter a maioria dos jogos cancelados  E ali, quando chove complica. Para jornalistas credenciados é bem mais tranquilo, temos acesso a todas as salas cobertas, canais de TV, banheiros e restaurantes confortáveis.

A visita a Wimbledon vale a pena mesmo fora da época do torneio. A região é linda, você leva uma hora de trem do centro de Londres, olhando belas paisagens, depois faz uma caminhada deliciosa pelo bairro, cheio de casas, uma vila central, a igreja principal, o parque é maravilhoso.

Não perca o Museu do All England Club, foi lá onde tudo começou.

Fica a dica.

E não esqueça de acompanhar os boletins ” O Melhor do Tênis” na Jovem Pan.

Petra Kvitova leva o título em Madri

Leia o post original por Fernando Sampaio

Petra Kvitova leva o título em Madri

A tcheca Petra Kvitova bateu a holandesa Kiki Bertens e levou o título em Madri.

Foi o segundo título consecutivo. No último final de semana, a tenista da República Tcheca havia vencido o título em Praga. Ontem, levou o terceiro Premier de Madri numa vitória apertada: 7/6 (8-6), 4/6 e 6/3.  Foi a 11ª vitória seguida no saibro e o 23º troféu da carreira.

A bicampeã de Wimbledon venceu Madri em 2011, 2014 e 2018.

 

 

Sensacional ver Marcelo Melo na final

Leia o post original por Fernando Sampaio

Sensacional ver Marcelo Melo na final

Marcelo Melo está na final de duplas em Wimbledon.

Sensacional.

Melo e Kubot bateram os líderes do ranking Kontinen e Peers numa verdadeira batalha.

Vitória por 9/7 no quinto set. Parciais 6/3, 6/7 (4-7), 6/2, 4/6 e 9/7.

Independente do título, Melo reassumirá na segunda-feira a liderança do ranking mundial.

Os adversários na final serão o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic.

Já imaginou Melo, Venus e Federer campeões em Wimbledon?

Seria maravilhoso.

Venus brilhando em Wimbledon

Leia o post original por Fernando Sampaio

Venus brilhando em Wimbledon

Sensacional.

Venus Williams está na final de Wimbledon.

Que maravilha.

Será sua 16a final de Grand Slam.

A pentacampeã de Wimbledon merecia. Além do mérito pela  bela campanha, a norte-americana está vivendo um momento muito difícil. Em junho, Venus bateu o carro perto de casa, em Palm Beach Gardens. O acidente causou a morte de Jerome Barson. A polícia afirmou que, embora a tenista não estivesse alcoolizada nem utilizando o celular, teria sido responsável pelo acidente. A família da vítima entrou com ação judicial.  Esta semana, a polícia encontrou um vídeo que prova a inocência de Venus.

Ufa.

A ex-número um do mundo já foi campeã de sete torneios de Grand Slam na chave de simples (US Open em 2000, 2001 e Wimbledon 2000, 2001, 2005, 2007, 2008), treze em duplas e outros dois em duplas mistas, totalizando 22 títulos de Grand Slam.
Nada contra Garbine Muguruza mas se depender da minha torcida Venus será hexacampeã.

 

Bia Haddad mandando bem em Wimbledon

Leia o post original por Fernando Sampaio

Bia Haddad mandando bem em Wimbledon

A paulista Bia Haddad está surpreendendo em Wimbledon.

Na sua primeira participação no All England Club, vitória na estreia contra a britânica Laura Robson. Belo resultado. O tênis feminino brasileiro não vencia uma partida na chave principal de simples em Wimbledon desde Gisele Miró em 1989. Na segunda rodada Bia fez jogo equilibrado contra Simona Halep, número 2 do mundo e finalista este ano em Roland Garros.

Hoje, nas duplas, a paulista e sua parceira croata Ana Konjuh eliminaram a norte-americana Abigail Spears e a eslovena Katarina Srebotnik por 7/6 (7-4), 6/7 (3-7) e 6/4 em 2h36 de partida.

Dá-lhe Bia.

Bruno Soares brilha no US Open

Leia o post original por Fernando Sampaio

soaresEspetacular !!!

Bruno Soares e Jamie Murray conquistaram o U.S.Open.

Final 6/2 6/3 contra Guillermo Garcia López e Pablo Carreño Busta.

Soares tem agora 05  títulos de Grand Slam. Ao lado de Murray, conquistou Austrália e Estados Unidos. Nas duplas mistas tem dois US Open e um Australian Open. Em Nova Iorque venceu em 2012 ao lado de Ekaterina Makarova e 2014 com Sania Mirza. Em 2016 levou Melbourne ao lado de Elena Vesnina.

Conquista espetacular, poucos brasileiros chegaram lá. No individual apenas Maria Esther e Guga. Guga tem 3 Roland Garros, Maria Esther tem 3 Wimbledon e 4 US Open. Nas duplas, Maria Esther tem 12 títulos, Thomaz Koch e Marcelo Melo tem 1. Ou seja, só 5 brasileiros conquistaram Grand Slam.

Maria Esther com 19 títulos supera todos os brasileiros.

Fiquei muito feliz, Bruno Soares é gente finíssima.

 

Vergonha não é chorar…

Leia o post original por Odir Cunha

Campeões também choram. Pela dor de não lutar a batalha final, por se lembrar de tudo o que passaram até alcançar a vitória. Não é vergonha chorar. A vergonha está em não lutar com todas as forças.

Por ser um time de coragem é que o Santos saiu de uma cidade litorânea para conquistar o mundo. E por isso é que a gente sempre deve confiar nele, mesmo quando sabe que a luta será renhida.

Pague 1, leve 2 Time dos Sonhos, com dedicatória exclusiva, e ainda ganhe o e-book do livro Donos da Terra. Receba em casa sem custo de correio. Tudo por apenas 68 reais. Mas só até 31 de julho. Aproveite antes que acabe!
Pelé dormindo com os livros Time dos Sonhos
A promoção continua até 31 de julho. Clique aqui para comprar o livro Time dos Sonhos, a Bíblia do Santista, e ganhar mais um exemplar de graça, além da versão eletrônica do livro Donos da Terra, frete pago e dedicatória exclusiva. Tudo isso só por R$ 68,00 e ainda dá pra parcelar. Clique já!

E você, acha que o Santos vai chorar terça-feira?


Andy Murray Sensacional

Leia o post original por Fernando Sampaio

Day Eleven: The Championships - Wimbledon 2016Andy Murray conquistou o segundo título em Wimbledon.

Sensacional.

Campanha fantástica, seis vitórias por 3×0.

Só Tsonga ganhou set do escocês.

Lian Broady, Yen-Hsun Lu, John Millman, Nick Kyrgios, Tomas Berdych na semifinal e Milos Raonic na final. Todos derrotados por 3×0. Nas quartas Jo-Wilfried Tsonga venceu dois sets.

Murray agora tem 01 título do U.S Open e dois títulos de Wimbledon.

Não é fácil ganhar três títulos de Grand Slam, ainda mais na época de Federer, Nadal e Djokovic. O britânico já perdeu 8 finais de Grand Slam, cinco para Djokovc e três para Federer. São cinco vice-campeonatos na Austrália, um Roland Garros, um US Open e um Wimbledon.

O primeiro título de Slam foi no U.S.Open 2012.

O primeiro Wimbledon veio em 2013. Título histórico. Murray quebrou um jejum de 77 anos sem títulos britânicos no All England Lawn and Tennis Club. A última conquista havia sido em 1936 com Fred Perry. Imagine a pressão. Em 2012 perdeu a final para Federer. Não é fácil.

Fiquei muito feliz com a conquista.

Murray merecia.